Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Defensora-geral cumpre intensa agenda institucional no Supremo Tribunal Federal


Por Ascom em 6 de maio de 2016

A defensora publica-geral, Christiane Neves Procópio Malard, acompanhada pelo assessor Institucional, Nikolas S. Macedo Katopodis, cumpriu diversas agendas institucionais no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília, no dia 05 de maio.

A partir de convite feito pela chefia de Cerimonial do Supremo Tribunal Federal, em razão das comemorações relativas aos 40 anos da Defensoria Pública de Minas Gerais, a DPG foi convidada pela TV Justiça para participação na primeira edição do Jornal da Justiça. Em entrevista ao vivo ao telejornal, a defensora-geral, Christiane Malard, abordou temas como a autonomia da Defensoria Pública, a parceria com o Poder Judiciário e seus reflexos para o cidadão e para o Estado, especialmente em relação às audiências de custódia, e a comemoração dos 40 anos da Instituição.

A_DSC_7967

Defensora–geral no estúdio da TV Justiça

Clique aqui para ver a entrevista.

À tarde, a DPG participou de entrevista na Rádio Justiça, também tratando das parcerias com o Poder Judiciário, os 40 anos da DPMG e da essencialidade da Instituição para o Sistema de Justiça e para o cidadão.

No mesmo dia, a DPG Christiane Malard, e o assessor Institucional, Nikolas Katopodis, acompanharam sessão plenária do Supremo Tribunal Federal, em razão da pauta conter ações de interesse das Defensorias Públicas.

plenariostf

DPG Christiane Malard e o assessor Institucional, Nikolas Katopodis, acompanham a sessão (Foto: Carlos Humberto)

Após a sessão plenária, a DPG e o assessor Institucional foram recebidos pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowisk, no gabinete da Presidência. Durante o encontro, além de prestar homenagem ao presidente, em reconhecimento ao apoio do STF nas ações relativas à autonomia das Defensorias Públicas, e ainda, pelo seu trabalho pessoal na defesa dos direitos humanos e da cidadania, Christiane Malard e o ministro Ricardo Lewandowisk conversaram longamente sobre a atual posição das Defensorias Públicas no Sistema de Justiça, a relevância da Instituição na promoção dos direitos humanos e cidadania, a importância da melhor estruturação das Defensorias Públicas e valorização dos seus membros e alternativas para a eficiência e qualidade da prestação da assistência ao cidadão, especialmente em momento de crise orçamentária nos estados.

A_DSC_8042

Em sentido horário: Assessor do ministro, Daniel Soeiro Freitas; assessor Institucional, Nikolas Katopodis; defensora-geral, Christiane Malard; presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowisk; e a secretária-geral da presidência, Fabiane Pereira de Oliveira Duarte

O presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowisk, registrou que a criação da Defensoria Pública foi uma das maiores conquistas da Constituição de 1988 e que o fortalecimento institucional é medida necessária para o pleno respeito e exercício da cidadania pela população vulnerável. Destacou que ações em parceria com o Poder Judiciário, como as audiências de custódia, contribuem para a melhoria do Sistema de Justiça, da prestação jurisdicional , sempre em benefício do cidadão.



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >