Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Defensora-geral e coordenador criminal da Capital são condecorados pela União dos Militares de Minas Gerais


Por Ascom em 8 de junho de 2017

Nesta quarta-feira (07/06), durante solenidade cívico-militar na Academia de Polícia Militar do Estado de Minas Gerais, a União dos Militares de Minas Gerais (UMMG) condecorou a defensora pública-geral do Estado, Christiane Neves Procópio Malard, e o coordenador Regional da área Criminal da Capital, Gério Patrocínio Soares, com a Medalha do Mérito “Coronel Fulgêncio de Souza Santos”, nos graus ouro e prata, respectivamente.

a_dsc_4663

DPG Christiane Malard (1ª fila, 5ª posição) no dispositivo de autoridades

Durante a cerimônia de condecoração, que comemora o “Dia do Pessoal da Reserva e Reformados da PMMG” e inaugura as festividades da “Semana da Polícia Militar”, a UMMG também realizou a outorga da Medalha “Dever Cumprido”.

A DPG Christiane Malard e o coordenador Regional da área Criminal da Capital, Gério Patrocínio Soares, estavam acompanhados pelo chefe do Centro de Segurança Institucional da Defensoria Pública, ten. cel. PM Westerson Guimarães. O defensor público Luis Ernesto da Silva Soares também prestigiou o evento.

adsc_4611

Comandante- geral da PMMG, cel. Helbert Figueiró de Lourdes; defensora-geral, Christiane Malard; e o presidente da UMMG, cel. PM Zeder Gonçalves do Patrocínio

a_dsc_4552

Coordenador Regional da área Criminal da Capital, Gério Patrocínio Soares; comandante- geral da PMMG, cel. Helbert Figueiró de Lourdes; defensora-geral, Christiane Malard; chefe do Centro de Segurança Institucional da DPMG, ten. cel. PM Westerson Guimarães; e o cel. PM Idzel Mafra Fagundes

a_dsc_4627

Procurador-geral, Sérgio Tonet; DPG Christiane Malard; presidente do TJMG, desembargador Herbert Carneiro; e o coordenador Regional da área Criminal da Capital, Gério Patrocínio

Condecorações

Mérito “Coronel Fulgêncio de Souza Santos” – Foi instituída pelo decreto 24.973, de 26 de setembro de 1985, e tem como objetivo agraciar participantes da Revolução de 1932, bem como personalidades e instituições que tenham prestado serviços relevantes à União dos Militares do Estado de Minas Gerais. É concedida nos graus ouro, prata e bronze. O patrono da condecoração nasceu em Januária (norte mineiro) no dia 1º de janeiro de 1896 e entrou na PM aos 16 anos. A carreira do cel. Fulgêncio se destacou pela serenidade, lealdade e destemor.

“Dever Cumprido” – Foi instituída pelo decreto 31.763, de 30 de agosto de 1990, e destina-se a agraciar oficiais e praças da Polícia Militar, sócios da União dos Militares do Estado de Minas Gerais, que tenham prestado 30 anos de serviço e completado 30 anos de inatividade.

Clique aqui para ver mais fotos.



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >