Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Defensora pública é homenageada em revista produzida por detentas


Por Ascom em 27 de setembro de 2017

A defensora pública Ana Paula Carvalho Starling Braga, em atuação na Vara de Execução Penal (VEC) da Capital, foi homenageada em solenidade de lançamento da 4ª edição da revista “A Estrela”, realizada no Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto  (Piep), em Belo Horizonte, na segunda-feira, dia 25. Também estiveram presentes na solenidade a defensora pública Maria Auxiliadora Viana Pinto, em atuação na Defensoria Especializada de Direitos Humanos, Coletivos e Socioambientais (DPDH), representantes da Secretaria de Estado de Administração Prisional (SEAP), do Poder Judiciário, e funcionários do Complexo.

Defensora pública Ana Paula Starling discursa para detentas em lançamento de revista. Ao fundo, a defensora pública Maria Auxiliadora Viana Pinto

O lançamento dessa edição foi resultado de oficina de comunicação, ofertada pelo Projeto Voz, neste ano, da qual participaram dezesseis mulheres do regime semiaberto do Piep. O projeto, criado em 2014 pela jornalista Natália Martino e pelo fotógrafo Leo Drumond, é voltado para iniciativas nas áreas de educação e comunicação desenvolvidas em unidades prisionais, trazendo a voz da população carcerária para o debate acerca do tema.

Defensora pública Ana Paula Starling concede entrevista sobre DPMG para reportagem da revista

A quarta edição da revista traz entrevista com a defensora pública Ana Paula Starling, realizada no mês de junho deste ano, na Piep, pelas mulheres que participaram do projeto. De acordo com Léo Drumond, “a defensora pública foi escolhida para a entrevista pelas próprias detentas, por questões de gênero e pelo vínculo que ela possui com as atendidas pela Defensoria Pública”. A reportagem, escrita pela detenta Laurecy Oliveira, aborda o atendimento prestado pela DPMG na unidade prisional; as questões que dificultam a tramitação de processos; as ações para facilitar a reaproximação familiar e as relações com os filhos das reeducandas.

Defensora pública Ana Paula Starling e a quarta edição da revista A Estrela

“Fiquei lisonjeada com a forma que ela me tratou. Digo que achei a defensora uma pessoa muito humana e as respostas que ela nos deu ajudaram a esclarecer muitas das nossas dúvidas”, contou a detenta Laurecy. A defensora Ana Paula Starling considerou a iniciativa “uma excelente oportunidade de capacitação para as mulheres privadas de liberdade, ressaltando a possibilidade de remição de pena oferecida pelos cursos oferecidos pelo sistema prisional aos detentos”.

Leia a matéria completa.

Fotos: Projeto Voz

Fonte: Ascom/DPMG, com informações da Secretaria de Administração Prisional (27/09/2017)



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >