Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Defensora pública-geral é agraciada com a Comenda Clara Zetkin do Sindicato dos Professores


Por Ascom em 18 de setembro de 2017

A defensora pública-geral do Estado, Christiane Neves Procópio Malard, foi uma das condecoradas com a Comenda Clara Zetkin, pelo Sindicato dos Professores de Minas Gerais (Sinpro-MG). Também foram homenageadas integrantes de movimentos sociais e organizações que trabalham pelos direitos das mulheres. Criada em 2012, a condecoração homenageia aquelas que contribuem para dar visibilidade, mobilizar e fortalecer a participação política e emancipação das mulheres. A cerimônia aconteceu no Sinpro, na sexta-feira, dia 15 de setembro, durante o lançamento da 10ª edição da revista “Elas por Elas”, publicação anual do Sindicato sobre gênero.

Christiane Malard recebeu a Comenda Clara Zetkin da presidente do Sinprominas, Valéria Morato

Defensora-geral, Christiane Malard e a deputada federal, Jô Moraes

Em seu pronunciamento, a defensora-geral parabenizou todos os membros do Sindicato pela nova edição da revista e reforçou a importância da Defensoria Especializada na Defesa da Mulher Vítima de Violência (Nudem). “Estou encantada com a publicação e extremamente honrada, em nome da Defensoria Pública e em nome das mulheres defensoras, por receber essa homenagem. É isto que fazemos todos os dias: promover o acesso à justiça àqueles que não têm condições de pagar por um advogado particular. Entre as diversas áreas em que atuamos, uma muito especial é o Nudem, com quatro defensores que trabalham com mulheres vítimas de violência. Trata-se de um trabalho multidisciplinar, com psicólogos e assistentes sociais, que forma uma rede de enfrentamento à violência contra a mulher”, disse.

Defensora pública-geral do Estado, Christiane Neves Procópio Malard, faz pronunciamento após homenagem

Na oportunidade, a defensora-geral convidou todas as mulheres para o curso “Defensoras Populares”, da Escola Superior da Defensoria Pública (Esdep), a ser realizado entre os dias 29 de setembro e 2 de dezembro. “Esse curso irá tratar da Defensoria Pública e da democratização do acesso à Justiça, dos direitos, da violência doméstica e seus desdobramentos nas áreas cível, criminal e de família, da violência contra as mulheres negras e transgênero, da violência obstétrica, do acesso de mulheres em situação de violência aos serviços de saúde e à assistência psicossocial, das mulheres em situação de drogadição; enfim, da mulher na política”, explicou.

Christiane Malard ressaltou, também, o papel da Defensoria Pública para fomentar o debate mais qualificado em relação à questão do gênero. “Ouvi-las é essencial. A minha luta é pelo protagonismo da mulher em todas as diversas áreas, pelo protagonismo da mulher nas ocupações estudantis, no trabalho, na política; enfim, em todas as diversas áreas. Estou com vocês, mulheres”, concluiu.



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >