Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Defensoria Pública de Cássia inaugura sede nova


Por Ascom em 25 de abril de 2014

No dia 15 de abril foi inaugurada a nova sede da Defensoria Pública em Cássia (região Sudoeste), na rua Comendador Antenor Machado, nº 1248, Centro. Presentes a defensora pública geral, Andréa Abritta Garzon, a coordenadora da Regional Sudoeste Ana Paula Lopes de Freitas, a coordenadora local, Ariadne Fernanda de Faria e Sousa Ramos, o defensor público em atuação na comarca de Ibirací, Gerson Faria Ribeiro e os membros da Defensoria Geral, Christiane Procópio Malard, chefe de gabinete; Maria Valéria Silveira, assessora de Planejamento e Infra-estrutura e ten. cel. Idzel Fagundes, assessor militar.

Participaram, ainda, a gestora da Defensoria Pública em Cássia, Selma Carmozine, os juízes da comarca, Armando Fernandes Filho e Fabiano Garcia Veronez; a diretora regional da Sedese, em Passos, Olga Bastos; a coordenadora do CRAS de Cássia, Denise de Oliveira Veiga; o tesoureiro da OAB local, João Marcos Amaral de Lima; a diretora da Rádio Vanguarda de Cássia, Mariângela Azevedo Bastos; e assistidos da Defensoria Pública.

_DSC6676

Descerramento da placa de inauguração da sede da Defensoria Pública de Cássia

_DSC6640

Localizada próxima ao Fórum da cidade, a nova sede conta com infraestrutura e espaço físico, adequados para a execução das atividades e oferece um espaço confortável aos assistidos para o atendimento

DSC03926

_DSC6799

Na inauguração do espaço, a coordenadora local, Ariadne Fernanda de Faria e Sousa Ramos, revelou sua emoção ao recitar “Poema de Sete Faces”, de Carlos Drummond de Andrade. “Se hoje estamos aqui, nesta casa da cidadania, é porque todos nós, tanto a equipe de Cássia, quanto a equipe da Defensoria Geral, corremos atrás de uma solução e não nos conformamos com os problemas, porque estes surgem sem que vamos buscá-los”.

Ariadne Ramos ressaltou o fortalecimento da Defensoria Pública na cidade, se tornando referência para os assistidos em Cássia. “Nosso objetivo é de propiciar dignidade no atendimento dos assistidos. Isso é que norteia nosso trabalho e impulsiona nossa vontade de continuarmos crescendo porque, se o mundo é vasto e cheio de problemas, a Defensoria Pública pode ser uma solução”, finalizou.

A coordenadora da regional Sudoeste da Defensoria Pública, Ana Paula Lopes de Freitas, expressou, em nome dos defensores públicos em atuação nesta regional, a satisfação pela inauguração da nova sede, “excelente localização, próxima ao Foro, local arejado e bonito, que permite aumentar a qualidade no atendimento e na acolhida do assistido”, completou.  Ana Paula Lopes Freitas ressaltou, também, o suporte que a Defensoria Geral vem dando às unidades do interior do Estado.

Em sua fala, a defensora pública geral, Andréa Abritta Garzon, enfatizou o momento singelo e de festa pela conquista. “Todo passo à frente é sempre bem vindo. A Defensoria Pública de Minas Gerais vive o presente, aprendendo com as lições do passado, mas com os olhos voltados para o futuro”. Andréa Abritta ressaltou a necessidade do crescimento contínuo da Instituição na busca pela excelência no atendimento e no reconhecimento do trabalho do defensor público, tendo em vista sempre a defesa e a dignidade do cidadão carente. “Esta conquista material (sedes bem estruturadas) tem como pano de fundo o fortalecimento da Defensoria Pública. Na medida em que se estrutura a Instituição, estrutura-se, também, o acesso à Justiça do indivíduo carente e permite o verdadeiro exercício do estado democrático de direito.

Galeria de fotos.

Reunião com defensores da regional Sudoeste

No dia anterior (14 de abril) a defensora pública geral, Andréa Abritta Garzon, acompanhada da chefe de gabinete, Christiane Procópio Malard,  da assessora de infraestrutura e planejamento, Maria Valéria Valle da Silveira e do assessor militar, ten. cel. Idzel Fagundes, visitou a Defensoria Pública em Passos, onde se reuniu com os defensores públicos em atuação na regional Sudoeste , composta ainda pelas comarcas de Cássia, Ibirací, Itamogi, Monte Santo de Minas e São Sebastião do Paraíso.

foto defensores da regional sudoeste

Membros da Defensoria Geral e defensores públicos em atuação nas cidades Cássia, Ibirací, Itamogi, Monte Santo de Minas, Passos e São Sebastião do Paraíso

O encontro deu continuidade às visitas da defensoria geral por Minas Gerais para observar a realidade de cada regional, promover a integração e a aproximação entre a administração superior e as unidades no interior do Estado.

sede da defensoria em Passos

Sede da defensoria em Passos: A unidade da Defensoria Pública em Passos está localizada dentro do edifício do Foro da cidade

Entre os assuntos discutidos, Andréa Abritta falou sobre o VII concurso público para a carreira de defensor público, o andamento dos anteprojetos de lei que reestruturam a carreira e reajusta o subsidio da classe, que aguardam sanção do governador Alberto Pinto Coelho, os anteprojetos de lei da atividade meio e da reforma da lei orgânica da Instituição, em análise pelo governo de Minas Gerais.

Ao iniciar a sessão, a defensora pública geral, Andréa Abritta, entregou as carteiras funcionais aos defensores públicos da região, contemplados nos 1º e 2º lotes. Em seguida a chefe de gabinete da DPMG, Christiane Procópio Malard, esclareceu sobre questões administrativas pertinentes à regional Sudoeste, bem como questões orçamentárias.

A assessora de infraestrutura e planejamento, Maria Valéria Valle da Silveira, explicou que a Defensoria Pública encaminhou ao BNDES carta consulta a fim de contratar operação de crédito com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, promovendo a adesão do Estado de Minas Gerais ao Programa de Modernização da Administração Geral e Patrimonial das Defensorias Públicas dos Estados e do Distrito Federal – PMAE Defensorias, tendo em vista a lei autorizativa n.º 21.095 de 30 de dezembro de 2013.

Maria Valéria disse, ainda, que a verba será utilizada para melhoria do sistema de gestão da DPMG, e também, para aquisição de hardwares, a fim de permitir a atuação dos defensores públicos no processo eletrônico, além de contratação de consultoria especializada para a elaboração do planejamento estratégico da Instituição.

A defensora geral, Andréa Abritta, apresentou, também, o assessor militar da Defensoria Pública, ten. cel. Idzel Fagundes iniciando a interlocução necessária para que a assessoria militar possa atuar na segurança das Defensorias no interior. Em sua apresentação, o ten. cel. Fagundes disse que o gabinete militar, além de trabalhar para a garantia da segurança pessoal e patrimonial da instituição e de seus membros, possibilita a criação de relacionamento entre a Polícia Militar e a Defensoria Pública. “Além das dicas de segurança, o relacionamento interinstitucional é muito importante para uma intervenção preventiva frente ao aumento da criminalidade”.



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >