Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Defensoria Pública de Minas Gerais recebe o seminário “Mediação: Um novo olhar sobre o conflito”


Por Ascom em 8 de setembro de 2015

No dia 4 de setembro, a Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais recebeu o seminário “Mediação: Um novo olhar sobre o conflito”. Iniciativa da Escola Nacional de Mediação (Enam/MJ), Anadep, Enadep, Adep-MG e Universidade de Brasília (UNB), o curso teve como objetivo ampliar e destacar a cultura de mediação e conciliação que já vem sendo promovida pela Defensoria mineira, além de sensibilizar o público e apresentar as particularidades do curso “Fundamentos da Mediação para a Defensoria Pública”.

Além de defensores públicos de várias comarcas de Minas Gerais, participaram da capacitação servidores, estudantes, pesquisadores, psicólogos, estagiários, assistentes sociais, pedagogos, entre outros profissionais.

A_DSC_4312

Palestrantes, defensores, servidores e público presente no seminário

A defensora pública, Francis de Oliveira Rabelo Coutinho, coordenadora do projeto Mediação de Conflitos no Ambiente Escolar (Mesc) abriu os trabalhos, apresentando Gabriel Emanuel Ferreira de Almeida, ex-aluno da EE Deputado Renato Azeredo, que representa um exemplo do resultado positivo da mediação no ambiente escolar. Atualmente soldado da Aeronáutica, Gabriel fez uma apresentação instrumental executando duas peças no violino.

A_20150904_094138_mesa

Compuseram a mesa de abertura do evento: diretora Cultural da Adep-MG, Samantha Vilarinho Melo Alves; diretor de Articulação Social da Anadep, Heitor Lanzellotti Baldez; coordenadora de mediação da DP/RJ, defensora pública Christiane Serra Ferreira; coordenadora de Capacitação da DPMG, Hellen Caires Teixeira Brandão; analista de políticas públicas e gestão governamental da DP/DF e mediadora do Tribunal de Justiça do DF, Cristiane Chaves; e o presidente da Adep-MG, Eduardo Generoso

Em sua fala, a defensora pública-geral, Christiane Neves Procópio Malard, destacou o interesse da Instituição no tema estudado. “A mediação vem sendo discutida na Defensoria mineira e já tivemos um curso de nove meses em que diversos defensores públicos foram capacitados. Nosso desafio hoje é expandir a mediação. Com o novo CPC, o desafio aumentará, a mediação passará a ser regra e o defensor terá um papel fundamental. A Defensoria de Minas Gerais se destaca por sua atuação extrajudicial e a Instituição está construindo um modelo de mediação. Estamos aqui hoje refletindo sobre o tema, motivando os defensores públicos a pensarem em novas formas de solucionar conflitos. Na mediação, o assistido é ao mesmo tempo coautor do conflito e corresponsável pela sua solução e nossa reflexão deve passar pelo questionamento: o que queremos para nossos assistidos? Devemos buscar seu empoderamento e sua emancipação”. A defensora-geral convidou a todos a participarem da construção do modelo de mediação da DPMG e agradeceu os realizadores do seminário, palestrantes e público presente.

A_DSC_4323

DPG Christiane Malard acompanhada pelas palestrantes defensora pública Christiane Serra Ferreira e a advogada e mediadora Cristiane Chaves

A coordenadora de Capacitação, Hellen Caires Teixeira Brandão, destacou que, entre todas as capacitações já realizadas na Defensoria Pública neste ano, talvez a mediação seja a maior necessidade atual do ser humano. “A mediação é necessária não somente no trabalho, mas também no dia a dia, nas nossas relações”, afirmou. A coordenadora agradeceu as participações das palestrantes, dos parceiros e apoiadores do seminário, dos defensores públicos da Capital e interior e servidores.

O presidente da Adep-MG, Eduardo Cyrino Generoso, disse que a realização do seminário é a concretização de uma meta das associações estaduais implementada pela Associação Nacional e pela Escola Nacional dos Defensores Públicos. Para Generoso, a mediação é fundamental para a paz social.

A diretora Cultural da Adep, Samantha Vilarinho Melo Alves, enfatizou a importância da realização do seminário e parabenizou a defensora pública Francis Coutinho pela coordenação do projeto Mesc. Para Samantha, “é necessário aplicar a cultura da mediação em todas as áreas que pudermos”. A defensora representou o diretor da Enadep, Gabriel Santana Furtado.

Representando o presidente da Anadep, Joaquim Neto, o diretor de Articulação Social, Heitor Lanzellotti Baldez, destacou a importância do curso, que tem por finalidade incentivar a mediação nas defensorias estaduais e afirmou que a mediação não deve ficar restrita à atuação profissional, e sim, levada para a vida de cada um.

A_DSC_4292

As palestrantes, coordenadora de mediação da DF/RJ, Christiane Serra Ferreira, titular do núcleo de Família, da Infância e Juventude e Idoso; e a analista de políticas públicas e gestão governamental da Defensoria Pública do Distrito Federal, mediadora do Tribunal de Justiça do DF e membro da comissão de mediação e arbitragem da OAB/DF, Cristiane Chaves, debateram com os participantes sobre o papel da Defensoria Pública, formas de resolução de conflitos, comunicação não-violenta, entre outros assuntos



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >