Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Defensoria Pública está presente em ações dedicadas à mulher no mês de março


Por Ascom em 10 de março de 2020

A Defensoria Pública de Minas Gerais, por meio das defensoras públicas que atuam na Defensoria Especializada no Direito da Mulher em Situação de Violência, em Belo Horizonte, (Nudem-BH), esteve presente, nos últimos dias, em vários eventos que marcaram o Dia Internacional da Mulher, celebrado neste domingo (8/3).

Na quarta-feira (4/3), a defensora pública Maria Cecília Pinto e Oliveira participou de audiência pública no plenário da Câmara Municipal de Belo Horizonte, dedicada ao mês da mulher. Ela compôs a mesa de autoridades e falou sobre a atuação do Nudem-BH, a luta da Defensoria Pública pela igualidade de gêneros e divulgou a campanha “Em Defesa Delas”, da Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos (Anadep).

Sessão de homenagem na Câmara Municipal

Na sexta-feira (6/3), o evento “Sempre Vivas: mulheres, história e resistência”, promovido pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) contou com a presença das defensoras públicas Laurelle Carvalho de Araújo e Samantha Vilarinho. Em sessão de homenagem no plenário, 42 mulheres de destaque receberam votos de congratulações, entre elas ativistas sociais, lideranças comunitárias, defensoras de quilombolas, indígenas, transexuais. A programação contou também com audiência pública e atendimento ao público na Praça Sete.

Evento “Sempre Vivas” homenageou 42 mulheres na Assembleia Legislativa

A defensora pública Laurelle Carvalho com os familiares de Umbelina Lopes,homenageada por sua atuação na Defensoria Pública

No sábado (7/3), a comunidade do Cafezal recebeu as atividades do “Dia da Mulher”, com a participação da defensora pública Maria Cecília Oliveira e Pinto. Foram realizados atendimentos com exames preventivos, roda de conversa e atualização de cadastro das mulheres em sua área de abrangência.

A defensora pública integrou a roda de conversa, que teve a presença de outras 44 mulheres e debateu a temática “Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher”. O evento contou com a parceria do Coletivo Mulheres da Quebrada, formado e coordenado pelas mulheres da região. Maria Cecília abordou formas e identificação de atos de violência, acompanhamento de medidas protetivas, Lei Maria da Penha, além de prestar orientações jurídicas.

Defensora Maria Cecília (5ª à direita) participa de roda de conversa no Cafezal

Nesta segunda-feira (9/3), a defensora pública Samantha Vilarinho participou do programa Alerta Super, da rádio Super, que abordou a temática dos direitos da mulher. Ela detalhou como é feito o atendimento feito pelo Nudem-BH, falou das medidas protetivas, prestou orientações sobre como as mulheres vítimas de violência física ou psicológica podem procurar a rede de proteção, entre elas a Defensoria Pública de Minas Gerais. Clique aqui para ouvir a entrevista.

Defensora Samantha Vilarinho dá entrevista ao Alerta Super, na Rádio Super

A programação inclui também palestras no meio acadêmico, nesta segunda-feira (9/3) Samantha Vilarinho proferiu palestra sobre a atuação da Defensoria na proteção à mulher para alunos e profissionais de Direito, Psicologia e Pedagogia da Faculdade Estácio de Sá, unidade do Prado, em Belo Horizonte.

Estudantes e profissionais da Estácio participaram de palestra sobre atuação da DPMG na proteção à mulher

A programação dedicada aos direitos da mulher prossegue ao longo do mês de março. No próximo sábado (14/3), o Nudem-BH estará presente em Ribeirão das Neves, onde prestará atendimento às mulheres no bairro Delma, em Justinópolis. A atividade é organizada pela Comissão de Defesa dos Direitos das Mulheres da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

No dia 27 de março a Defensoria Pública de Minas vai promover o “I Seminário das Defensorias Públicas Especializadas na Defesa da Mulher em Situação de Violência em Minas Gerais”, que vai reunir especialitas na temática. Estão programadas palestras sobre “Implementação da Competência Híbrida nos Juizados de Violência”, “Mediação nos Casos envolvendo Violência Doméstica” e “Articulação da Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher”.



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >