Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Defensoria Pública lança Serviço de Atendimento Processual (SAP-Família)


Por Ascom em 25 de abril de 2018

A Defensoria Pública de Minas Gerais, por meio da Coordenadoria regional de Famílias e Sucessões da Capital, lançou, nesta quarta-feira (25/04), o Serviço de Atendimento Processual (SAP-Família), que tem como objetivo, além da otimização do tempo e agenda do defensor público, o atendimento rápido do assistido, reduzindo seu tempo de permanência na sede da DPMG.

Com o SAP-Família, todo assistido que possui processo em andamento na área de família e que deseja realizar procedimentos simples na Defensoria Pública, como saber sobre o andamento de seu processo, entregar um documento para juntada no processo ou prestar uma informação solicitada, entre outros, será atendido pelo SAP. O atendimento contará com a atuação de estagiários de Direito, sob a supervisão de um defensor público.

Durante a cerimônia de lançamento, a defensora pública-geral, Christiane Neves Procópio Malard, agradeceu à coordenadora regional de Famílias e Sucessões da Capital e idealizadora do projeto, Michelle Lopes Mascarenhas Glaeser; à defensora pública Giza Magalhães Gaudereto; ao coordenador regional Cível da Capital, Giovani Batista Manzo; aos defensores públicos e servidores envolvidos no projeto.

Christiane Malard destacou a importância do SAP e seus benefícios. “Hoje, comemoramos mais um passo na história de consolidação da casa da cidadania mineira. Com o SAP, reduzimos o tempo de espera do usuário do atendimento e as filas. Além disso, os defensores poderão ofertar um trabalho com ainda mais qualidade ao cidadão mineiro. A merecida conquista dignifica a atuação dos valorosos profissionais que aqui trabalham e representa avanço institucional marcante da nossa gestão e da coordenação”, afirmou.

a_dsc_6535

DPG Christiane Malard

A defensora-geral salientou que o SAP está sendo iniciado no atendimento da área de família da Capital e que será implantado pela coordenação cível, também em Belo Horizonte, e poderá, ainda, “criar asas para todo o estado”.

A coordenadora regional de Famílias e Sucessões da Capital e idealizadora do projeto, Michelle Lopes Mascarenhas Glaeser, ressaltou a humanização do atendimento como principal objetivo e benefício do sistema. “Com o SAP, o assistido não terá que chegar tão cedo e terá seu tempo de permanência na Instituição reduzido. Ele se sentirá acolhido, pois será atendido todas as vezes que procurar a Defensoria Pública, independentemente do número de senhas”.

a_dsc_6495

Coordenadora regional de Famílias e Sucessões da Capital, Michelle Mascarenhas

Michelle Mascarenhas enfatizou o potencial do sistema. “Temos muito o que crescer e desenvolver ainda. Teremos muitos desafios pela frente, mas a semente já foi plantada e agora é só uma questão de tempo para conseguirmos prestar um atendimento de referência”, afirmou.

A coordenadora fez agradecimentos à defensora-geral, “pela confiança que me permitiu desenvolver o projeto”; aos colegas e amigos do Gabinete, “que sempre me apoiaram”; aos defensores da área de família, “que não mediram esforços para a conclusão do SAP; à defensora pública Giza Gaudereto, “por toda sua dedicação para que o projeto fosse concluído com louvor”; aos servidores da Coordenação, “pelo empenho e dedicação”, e à defensora e amiga Caroline Loureiro, “que sempre me apoiou”.

A defensora pública e coordenadora Regional de Famílias e Sucessões da Capital interina,  Giza Gaudereto revelou que em seus dois primeiros dias de implantação, o SAP já gerou elogios e tem deixado os assistidos felizes e satisfeitos, a exemplo de depoimento registrado em carta pela assistida Sulamita Maria dos Santos. Para a defensora pública, “muitas vezes, o assistido tem que chegar muito cedo e é sofrida essa espera. O SAP dignifica o atendimento. E isso já está acontecendo. Estamos começando devagar, para detectar eventuais necessidades de ajustes e, em muito pouco tempo, todos os atendimentos dos defensores de família serão feitos pelo SAP. O SAP veio para melhorar e engrandecer ainda mais a nossa Instituição”.

a_dsc_6526

Defensora pública Giza Gaudereto

Giza Gaudereto agradeceu aos colegas pelo empenho, ao Gabinete, aos servidores e, “principalmente, à coordenadora Michelle Mascarenhas, que tanto se sacrificou em benefício desse projeto”, concluiu.

a_dsc_6547

A cerimônia de lançamento contou também com a presença da chefe de Gabinete; assessores da Defensoria-Geral; coordenadores; defensores da família e outras áreas; e servidores

 



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >