Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Defensoria Pública participa do III Congresso de Ciências Penais


Por Ascom em 9 de maio de 2014

No dia sete de maio, a defensora pública geral do Estado de Minas Gerais, Andréa Abritta Garzon, foi representada pela defensora pública Lorena Amaral Nunes, na abertura do III Congresso de Ciências Penais.

Promovido pelo Instituto de Ciências Penais (ICP) e o Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM), com o apoio da Defensoria Pública, o congresso acontece até o dia nove, na Faculdade de Direito da UFMG.

A programação do evento inclui conferências, painéis de debate e lançamento da obra coletiva do Instituto de Ciências Penais (ICP) – “Direito Processual Penal Aplicado”.

“A expansão do Direito Penal: um caminho sem retorno?”, “A realidade da Justiça Brasileira”, “Corrupção, expectativa social e processo penal”, “Paridade de armas no processo penal” são alguns dos temas destacados no congresso.

O encontro conta com a participação de dezesseis defensores públicos mineiros: Adriano Lúcio dos Santos, Alenize Correia Silva Lopes, Ana Paula Lopes de Freitas, Bruno Miranda Bicalho de Almeida, Geraldo Lopes Pereira, Gério Patrocínio Soares, José de Avellar Calvet Neto, Lorena Amaral Nunes, Marcelo Tadeu de Oliveira, Marolinta Dutra, Moacyr Costa Rabello, Ricardo Ribeiro Paulino, Roberta de Mesquita Ribeiro, Rodrigo Murad do Prado, Thaisa Amaral Braga, Vinícius Caldas.

a_DSC7239

Defensora pública Lorena Amaral Nunes (à esquerda) compõe a mesa de honra da abertura do evento

a_DSC7271

Alguns dos defensores públicos mineiros participantes

Fonte: Ascom / DPMG, com informações do ICP (09/05/2014)



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >