Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Defensoria Pública recebe encontro do Coletivo Ocupa Educa


Por Ascom em 11 de junho de 2018

A coordenadora do Projeto Mediação de Conflitos no Ambiente Escolar (Mesc – Paz em Ação) e da Câmara de Estudos de Métodos Adequados de Solução de Conflitos e Atuação Extrajudicial, Francis de Oliveira Rabelo Coutinho, reuniu-se na quinta-feira, dia 7, com integrantes do Coletivo Ocupa e Educa, na Sala Verde da Defensoria Pública, na Capital.

a_dsc_4743_06-2018-07

A defensora pública Francis Coutinho e participantes da reunião do Coletivo Ocupa Educa

O encontro, o terceiro realizado pelo Coletivo, teve como objetivo “traçar as bases de atuação do movimento, conhecer as ideias, sentimentos, interesses e necessidades dos seus integrantes para formar um grupo com ideais comuns”, frisou a defensora pública Francis Coutinho. Ao final, os presentes aprovaram a ação de aula aberta para imigrantes sobre educação inclusiva e visita ao Museu Muquifu, com a realização de roda de conversa sobre a cultura negra. “O Projeto MESC apresentou novidades que virão em novo formato de atuação democrática”, destacou a defensora pública.

Participaram do encontro, o professor de Direito da UFMG e PUC Minas, José Luiz Quadros de Magalhães, os alunos do curso de História da UNI-BH, Matheus Lacerda e Gigliola Antunes de Matos, a professora Rede Estadual de Ensino, Maria Aparecida Moreira, a presidente do Grêmio Abre Alas do Colégio Estadual Central, Laura Leste Lemos;  a dirigente da União da Juventude Socialista de Belo Horizonte, Késsia Teixeira, a vice-presidente da União Brasileira de Estudantes, Daniela Nunes Moura, e as estudantes Ana Flávia Nunes Ribeiro, do Colégio Estadual Central, e Petra Gabrielle Morais, da escola estadual Olegário Maciel.

Francis Coutinho, também cofundadora e integrante do Coletivo, destacou a relevância do encontro “pela ativa participação dos presentes nos debates e oficinas, e a multiplicidade de representantes da Academia e dos movimentos estudantis, na busca de uma diretriz de participação que acolha as demandas da educação e a ativa participação e engajamento nas causas sociais”.

De acordo com o professor José Luiz Quadros de Magalhães, “o encontro com lideranças estudantis engajadas num processo de transformação social da educação, de resistência, de diálogo e, principalmente, investimento na mediação, nos renova esperanças de que possam contribuir para reconstrução do país, principalmente neste momento de crise e tensão, trabalhando pela redemocratização”, ressaltou.

Já o estudante Matheus Lacerda considerou “uma grata alegria participar da reunião, com a presença de representantes de múltiplas áreas do conhecimento. O coletivo abre as portas para a participação ativa da sociedade em suas decisões e ações”, destacou.



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >