Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Inaugurado o Centro de Atendimento à Mulher junto às Varas Especializadas em Violência à Mulher


Por Ascom em 4 de abril de 2017

A Defensoria Especializada na Defesa da Mulher Vítima de Violência (Nudem/BH) participou da inauguração conjunta do Centro de Atendimento à Mulher, onde a Defensoria Pública terá sala de apoio para o acolhimento das mulheres vítimas de violência.  O centro é uma parceria da DPMG com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) e o Ministério Público (MPMG) e está localizado na Av. Olegário Maciel, 600, onde funciona três, das quatro varas especializadas na lei Maria da Penha.

A solenidade aconteceu no dia 31 de março e contou com a presença da assessora Institucional da Defensoria Geral, Cibele Cristina Maffia Lopes, representando a Instituição;  da coordenadora da Defensoria Especializada na Defesa da Mulher, Maria Cecilia Pinto e Oliveira, e as defensoras em atuação no órgão, Lívia Linhares Ribeiro e Samantha Vilarinho Mello Alves.

Presentes, também, a superintendente da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do TJMG, desembargadora Karin Emerick e a superintendente-adjunta, desembargadora Maria Luiza de Marilac Alvarenga Araújo; a promotora de Justiça da 18ª Promotoria de Justiça Especializada na Violência Doméstica e Familiar, Patrícia Habkouk e os juízes das 13ª, 14ª e 15ª varas especializadas em violência doméstica, Maria Aparecida Consentino Agostini, Marcelo Gonçalves de Paula e Richard Fernando da Silva, respectivamente.

a_dsc_2071

A assessora Institucional Cibele Maffia ressaltou que a Defensoria Especializada na Defesa da Mulher Vítima de Violência estará de portas abertas para atendê-las em mais este espaço de acesso à Justiça

O espaço é dividido em três salas e o principal objetivo é proporcionar às vítimas atendimento humanizado e respeitoso, em um local reservado, que ofereça privacidade, além do suporte de profissionais qualificados. Para a assessora Institucional Cibele Maffia, a inauguração do centro é um grande avanço nos mecanismos de promoção à defesa da mulher. “A concentração do atendimento em um único espaço evita a revitimização da mulher, na medida em que propicia a solução mais célere das demandas, sem que ela tenha que expor sua situação em diferentes ocasiões, revivendo a dor da agressão”.

“O poder Judiciário – continuou Cibele Maffia – com a concessão deste espaço, demonstra, mais uma vez, sua sensibilidade com a causa das mulheres, em especial, os juízes das varas de violência doméstica que se empenharam pessoalmente para que esse espaço pudesse surgir”.

a_dsc_2108

Defensoras públicas Lívia Linhares Ribeiro, Cibele Cristina Maffia Lopes e Samantha Vilarinho Mello Alves



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >