Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Parceria entre DPMG e Prefeitura de Betim leva complemento alimentar a betinenses em situação de vulnerabilidade


Por Ascom em 24 de outubro de 2019

Mais uma vez, a colaboração mútua entre instituições públicas, empresas privadas e sociedade civil mostra que pode fazer a diferença na vida de quem mais precisa.

Uma parceria entre a Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG) e a Prefeitura de Betim tem beneficiado pessoas em situação de vulnerabilidade e risco social no município.

Desde fevereiro, as instituições implementaram um fluxo de encaminhamento formal de assistidos da Defensoria mineira ao Banco de Alimentos da Prefeitura para receberem o Kit Hortifruti.  Fornecido semanalmente e pelo prazo de seis meses, o kit é composto por frutas, legumes e verduras.

Profissionais das instituições envolvidas na parceria e alguns dos assistidos beneficiados

A assistente social da unidade da Defensoria de Minas em Betim e idealizadora da parceria, Isabela Vianna, explica que o kit é “um suporte à subsistência familiar dos assistidos”. Atualmente, 35 famílias assistidas da DPMG são beneficiadas pela iniciativa.

Um exemplo é Valmira dos Santos Trajano. Assistida da Defensoria Pública em ação de curatela, ela foi encaminhada pela defensora pública Sarah Durço para inclusão no Banco de Alimentos. Responsável pelo cuidado de seis sobrinhos, Valmira dos Santos afirma que o benefício “tem ajudado muito na alimentação saudável das crianças”.

Defensora pública Sarah Durço; assistida Valmira dos Santos e sobrinhos; superintendente de Segurança Alimentar Maria Vanuzia; defensora pública Mirelle Gonzaga; e a assistente social Isabela Vianna

“É preciso enxergar nosso assistido através de todas as demandas que o seu olhar traduz”, diz a assistente social Isabela Vianna. Ela frisa que a parceria com o Banco de Alimentos possibilita à Defensoria de Minas e à prefeitura a prestação de “um trabalho interinstitucional e interdisciplinar, tendo como objetivo principal a dignidade da pessoa humana”.

Isabela Vianna credita o êxito da parceria ao apoio permanente da coordenadora local em Betim, defensora pública Mirelle Gonzaga, e da superintendente de Segurança Alimentar Maria Vanuzia, além da “eficiência da equipe na operacionalização do benefício e do do olhar sensível dos defensores que encaminham”.

O Banco de Alimentos é ligado à Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e, neste ano, foi reconhecido pelo Governo Federal, recebendo verbas do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Os alimentos distribuídos são adquiridos de produções familiares de agricultores e por meio de doações de empresas cadastradas.



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >