Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Projeto “Sala de Espera”: palestra, bate-papo e conscientização sobre consumo na DPMG


Por Ascom em 29 de agosto de 2014

Nesta terça-feira (26/08), enquanto aguardavam atendimento nas salas de espera, os assistidos que compareceram na Unidade I da Defensoria Pública na Capital receberam informações e tiraram dúvidas sobre compras de veículos.

A apresentação “Veículos, ter ou não ter” deu início ao projeto “Sala de Espera”, de iniciativa da Coordenadoria de Capacitação por meio de um projeto de educação em direitos apresentado pelos defensores públicos Sabrina Ielo e Daniel Firmato, da Defensoria Especializada de Consumidor. A ideia é apresentar mensalmente, por meio de exemplos práticos, situações do cotidiano do consumidor brasileiro, como crédito, casa própria, planos de saúde, entre outras. Além de fornecer dicas e informações sobre consumo consciente, o projeto pretende fomentar a cultura da prevenção do problema, estimulando os assistidos a procurarem a Defensoria Pública antes de formalizarem os contratos.

A coordenadora de capacitação Hellen Caires ressalta que a iniciativa está aberta a todos os colegas, nas mais diversas áreas atendidas pela Defensoria Pública, sendo que a Defensoria Especializada de Consumidor já apresentou sua proposta para o segundo semestre de 2014.

Com uma linguagem informal, em formato de bate-papo, o coordenador da Defensoria Especializada de Consumidor, Daniel Firmato de Almeida Glória, deu dicas sobre o tema, alertando os assistidos sobre as consequências de se adquirir um carro por impulso e sem refletir.

26.08 Palestra_Daniel Firmato 072

Coordenador da Defensoria Especializada de Consumidor, Daniel Firmato: conscientização e esclarecimento de dúvidas

Daniel Firmato explicou que o carro é um sonho que deve ser sonhado, mas que gera muitas despesas que não podem ser ignoradas no momento da compra. “Geralmente, o consumidor só põe na balança o valor da prestação e se esquece de gastos como IPVA, seguro obrigatório, licenciamento, multas, manutenção, seguro etc. Para que o sonho não vire pesadelo, essas despesas têm que ser contabilizadas”.

Nos casos de aquisição de veículos usados, o defensor aconselhou os assistidos a sempre levarem um mecânico ou alguém com conhecimento técnico e a não cederem diante da insistência e persuasão dos vendedores, que tentam induzir à compra por impulso.

Falando sobre financiamento, Daniel Firmato explicou que apesar da facilidade de se conseguir crédito atualmente, existe também uma grande facilidade das financeiras recuperarem o veículo em caso de inadimplência. “Cuidado ao assinar um contrato, traga antes para a Defensoria Pública analisar as condições”, ressaltou o defensor.

Daniel Firmato destacou que apesar do código do consumidor garantir vários direitos, o melhor é agir com cautela para evitar o problema e buscou conscientizar o público sobre a atuação da Defensoria Pública em prestar esclarecimentos e tirar dúvidas, principalmente antes de efetivar o negócio, evitando assim, a judicialização.

26.08 Palestra_Daniel Firmato 068

Além dos assistidos presentes, defensores públicos e servidores participaram do bate-papo

26.08 Palestra_Daniel Firmato 087

Ao abrir a palestra, a coordenadora do Atendimento da Capital, Eden Mattar, apresentou o projeto “Sala de Espera” aos assistidos, informando as datas das próximas edições já planejadas: “Cuidados com a compra da casa própria” (07/10); “Compras de Natal: O que fazer e o que não fazer nesta época do ano” (25/11) e “Início do ano: planejamento financeiro” (11/12)

A Coordenadoria de Capacitação, provisoriamente instalada junto à Coordenação de Projetos e Convênios, 2º andar, do Edifício Unidade I da Defensoria Pública, está à disposição de defensores e servidores para críticas e sugestões.



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >