Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Semana da Defensoria 2015: defensores fazem atendimento na região da Izidora


Por Ascom em 19 de maio de 2015

A_IMG_0888

O atendimento foi realizado no micro-ônibus da Defensoria Pública Itinerante

Integrando a programação da DPMG para a Semana da Defensoria Pública, no sábado (16/05), defensores públicos em atuação na Defensoria Especializada de Direitos Humanos, Coletivos e Socioambientais (DPDH), realizaram atendimento na região da Izidora, próxima à divisa de Belo Horizonte e Santa Luzia. Conhecido como Granja Werneck, o local abriga moradores das ocupações Esperança e Vitória. A Defensoria Pública já atua em defesa dos moradores em ações de reintegração de posse.

No sábado, o atendimento foi voltado especificamente para ouvir as famílias que têm direito ao programa Bolsa Família. A coordenadora da Especializada, defensora pública Cleide Aparecida Nepomuceno, explica que a Defensoria Pública tomou conhecimento de que várias famílias que estão na ocupação foram excluídas do cadastro do programa Bolsa Família, ou por não terem como comprovar formalmente seu endereço, ou por não acessaram o programa, devido à ausência de informação ou por receio de não terem endereço fixo.

Os defensores foram até o local para ouvir as famílias e encaminhar essa demanda ao Município. Cerca de 100 pessoas foram atendidas no dia. Além da coordenadora Cleide Nepomuceno, participaram do atendimento os defensores públicos Aylton Rodrigues Magalhães, Maria Auxiliadora Viana Pinto, Júnia Roman Carvalho e a servidora Eulina Cristina da Silva. A atividade contou ainda com a participação da defensora pública-geral do Estado, Christiane Neves Procópio Malard, da assessora de Planejamento e Infraestrutura, Maria Valéria Valle da Silveira, e do frei Gilvander, religioso envolvido com a causa dos moradores das ocupações.

Segundo Cleide Nepomuceno, “a Defensoria Pública constatou que há muita gente em situação de exclusão social, inclusive pessoas que eram moradores em situação de rua e que estão lá na ocupação”. A Defensoria Pública também irá atender com o mesmo objetivo os moradores da comunidade Rosa Leão.

A_IMG_0898

rei Gilvander; assessora de Planejamento e Infraestrutura, Maria Valéria Valle da Silveira; DPG Christiane Procópio; defensores públicos Cleide Nepomuceno, Aylton Rodrigues, Júnia Roman e Maria Auxiliadora Viana Pinto; servidora Eulina da Silva e moradora da Izidora (na frente)



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >