Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Sexta edição do mutirão “Direito a Ter Pai” reúne autoridades na DPMG


Por Ascom em 23 de novembro de 2018

A ação que aconteceu na Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais (DPMG) nesta sexta-feira, 23 de novembro, pode ser definida como uma festa da democracia. O mutirão “Direito a Ter Pai”, realizado pelas Coordenadorias de Famílias e Sucessões da Capital e de Projetos, Convênios e Parcerias, com o apoio do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), por meio do Centro de Reconhecimento de Paternidade (CRC), acolheu mais de 330 casos só em Belo Horizonte, contando os exames de DNA, reconhecimentos espontâneos e socioafetivos.

A cerimônia de abertura aconteceu paralelamente aos atendimentos, contando com a presença de autoridades e imprensa. Na ocasião, foi ressaltada a importância do evento para promover direitos, garantindo a crianças, adolescentes e adultos o nome do pai no registro de nascimento. Esse tipo de reconhecimento promove tanto a conscientização quanto a aproximação de pais e filhos, possibilitando até a reconstrução de laços afetivos.

O evento conta com a parceria da Associação dos Defensores Públicos de Minas Gerais (Adep-MG), Associação dos Servidores da Atividade Meio da DPMG (Asamdep-MG), laboratório Hermes Pardini, Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Siccob JUS-MP), Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH), Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), Instituto MRV e supermercados Verdemar.

Estiveram presentes na solenidade as seguintes autoridades estaduais: o defensor público-geral, Gério Patrocínio Soares; a subdefensora pública-geral, Luciana Leão Lara Luce; o presidente do TJMG, desembargador Nelson Missias de Moraes; a 3ª vice-presidente do TJMG, desembargadora Mariângela Meyer Pires Faleiro; o corregedor-geral de Justiça, desembargador José Geraldo Saldanha da Fonseca; a juíza de Direito Maria Luiza de Andrade Rangel (responsável pelo CRP); os promotores de Justiça Miriam Queiroz Lacerda Costa e José Silvério Perdigão; a presidente do Servas, Carolina Pimentel; além do vice-presidente da Adep-MG, Flávio Aurélio Wandeck Filho e e do presidente da Asamdep-MG Hilton de Assis Santa Bárbara. Pela DPMG também participaram o corregedor-geral, Flávio Nelson Dabes Leão; o secretário do Conselho Superior, Galeno Gomes Siqueira; a coordenadora regional de Família e Sucessões da Capital, Caroline Loureiro Goulart Teixeira; a coordenadora de Projetos, Convênios e Parcerias, Michelle Lopes Mascarenhas Glaeser; a chefe de Gabinete, Raquel Gomes de Sousa da Costa Dias; os assessores Institucionais da Defensoria-Geral, Diana de Lima Prata Camargos e João Paulo Torres Dias; a assessora de Planejamento e Infraestrutura, Giza Magalhães Gaudereto; a coordenadora do Atendimento da Capital, Sílvia Leonel Ferreira; e chefe da Assessoria Militar da DPMG, ten. cel. Westerson Guimarães Pinto.

Outras organizações que estavam representadas na solenidade foram o Exército Brasileiro, por meio do Tenente Itamar, e o laboratório Hermes Pardini, na pessoa do gerente corporativo André Lara. Ainda pelo Servas, o diretor jurídico Acácio Wilde e a diretora do administrativo-financeiro Laís Casas. Participaram também das ações alguns defensores públicos aposentados, por meio do programa “Vozes da Experiência”.

 

 Além da capital, o mutirão aconteceu simultaneamente em mais 42 comarcas.

Confira a matéria completa na segunda-feira (26/11/2018).



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >