Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Solidariedade e cidadania marcam o III Dia Mundial dos Pobres em Belo Horizonte


Por Ascom em 19 de novembro de 2019

Ação conjunta da Defensoria Pública de Minas e da Arquidiocese de BH promoveu os direitos humanos e a defesa dos mais vulneráveis

O III Dia Mundial dos Pobres em Belo Horizonte foi resultado de uma ampla rede de solidariedade que uniu diversas instituições e voluntários para oferecer serviços, lazer e educação em direitos para a população, em especial, em situação de rua.

Organizado pela Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG), em parceria com a Arquidiocese de Belo Horizonte, o evento aconteceu nesta terça-feira (19/11), na Serraria Souza Pinto.

O clima de solidariedade e alegria marcou a ação social, que teve como objetivo a promoção dos direitos humanos e a defesa dos assistidos que estão em situação de rua, sofrimento, miséria, marginalização, violência, tortura, egressos do sistema prisional, enfermidades, desemprego, tráfico de pessoas, dentre outras adversidades.Cerca de 500 pessoas participaram e puderam usufruir dos serviços oferecidos.

A Defensoria Pública mineira prestou orientações jurídicas nas áreas de Família, Criminal e Direitos Humanos, mas quem buscou informações de outras áreas também recebeu informações e encaminhamentos.
O Setor Psicossocial da DPMG estava presente e prestou assistência psicológica e social. A atividade contou ainda com o atendimento da Defensoria Pública da União.

Aposentado de 68 anos, Otacílio Soares foi um dos que procuraram a Defensoria Pública estadual. Morador de Ribeirão das Neves, recebeu orientações para reivindicar o direito à saúde e conseguir a cirurgia que precisa. “Este evento ajuda muito as pessoas que estão precisando. Muitas vezes a gente não sabe nem a quem recorrer e aqui temos orientação”, disse.

Otacílio Soares recebe atendimento da DPMG

Abertura

A importância da iniciativa para dar visibilidade a esse segmento da população foi enfatizada pelo defensor público-geral de Minas Gerais, Gério Patrocínio Soares, em sua mensagem ao público na abertura oficial do evento.

“Muitas vezes, vocês são invisíveis para a sociedade. A Defensoria Pública trabalha para que vocês tenham vez e voz e acesso aos seus direitos, à cidadania e à dignidade”, afirmou.

Gério Soares agradeceu a participação dos parceiros e a presença do vice-governador Paulo Brant; da presidente do Servas, Alexia Paiva; do vigário episcopal para Ação Social e Política da Arquidiocese de Belo Horizonte, padre Júlio César; e demais presentes.

Defensor-geral, Gério Soares

O diretor de Investimento Social do Servas, Rodrigo Fernandes, agradeceu o convite para participação da entidade e destacou como essenciais a solidariedade, qualidade de vida e dignidade humana. “Todos merecem, independentemente de condição social e econômica. Estamos felizes em colaborar com este evento, que já faz parte do calendário de Belo Horizonte”, finalizou.

Diretor de Investimento Social do Servas, Rodrigo Fernandes

O padre Júlio César frisou que “mais do que caridade, o III Dia Mundial dos Pobres pretende chamar a atenção para a realidade dura da pobreza e para que a sociedade se mobilize para sua superação”. Para o religioso, o próprio evento, realizado em parceria e mutirão entre as instituições, é um exemplo disso. 

“Nós somos esperança uns para os outros, na medida em que nos unimos para fazer o bem para pessoas que precisam de amor, solidariedade e ações como esta, que provêm a vida e a justiça”, observou o padre.

Padre Júlio César

Dispositivo

Diretor executivo da Adra, Gley Márcio Ferreira de Araújo; diretor de Investimento Social do Servas, Rodrigo Fernandes; representante da DPU, coordenadora de Projetos Especiais e defensora pública federal Sabrina Nunes Vieira; coordenadora de Projetos, Convênios e Parcerias da DPMG, defensora pública Michelle Lopes Mascarenhas Glaeser; defensor público-geral, Gério Patrocínio Soares; presidente do Servas, Alexia Paiva; padre Júlio César; chefe de Gabinete da DPMG, defensora pública Raquel Gomes de Sousa da Costa Dias; diretor-geral da Arsae, Gustavo Cardoso; e o assessor militar da DPMG, tenente coronel PM Antoniezio Alves de Sousa

O vice-governador Paulo Brant visita o estande de atendimento itinerante da Defensoria Pública de Minas

Respeito
Thiago de Oliveira Gomes, de 30 anos, saiu feliz do estande do Instituto Técnico dos Cabeleireiros (ITC), onde fez cabelo e barba. “O mais legal é que aqui a gente é respeitado”, afirmou. Ele é um dos que passaram pelos vários estandes de atendimento.
Além do mutirão de orientação jurídica e ações psicossociais para o acesso à cidadania, foram oferecidas atividades de recreação, apresentações culturais, serviços de saúde, alimentação (café da manhã e almoço), cuidados pessoais (corte de cabelo, manicure e pedicure), obtenção de 2ª via de registros civis (certidão de nascimento, casamento e óbito), oficinas recreativas, oficinas do Sesc (confecção de pulseiras e chaveiros), dentre outras.

Thiago de Oliveira aproveitou os serviços de cuidados pessoais

O Bazar Solidário do Servas também fez sucesso com a doação de roupas e calçados. Pela segunda vez no evento, Aparecida Lopes disse gostar bastante da ação. “A gente passa horas muito felizes aqui. Esquece de tudo, dos problemas e das tristezas”.

Aparecida Lopes mostra o tênis que ganhou no Bazar

Parceiros
A união de diversos órgãos e instituições possibilitou a realização do evento e oferta dos serviços. Foram parceiros da ação: Defensoria Pública da União; Servas; Toca de Assis; Sindicato dos Oficiais de Registro Civil de Minas Gerais (Recivil); Serviço Social do Comércio (Sesc); Projeto Bom na Bola, Bom na Vida e Karlinhos Soluções; Instituto Técnico do Cabeleireiro (ITC), Pastor Jonas Ângelo – Igreja do Evangelho Quadrangular – Bairro São Bernardo; Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte, do Sine, do Restaurante Popular do Barreiro e da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania; Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (Adra); Fundação Clóvis Salgado; Loja das Festas; Colégio Loyola de Belo Horizonte; Supermercados BH; Empresa Hospital na Residência; Minas Gerais Administração e Serviços S/A (MGS); maestro Antônio Márcio Moreira da Fonseca – Orquestra Irmã Rosa Font Fuster; Paróquias Cura D’ars – Bairro Prado; Paróquia Nossa Senhora da Paz – Bairro Cachoeirinha; Cáritas Brasileira Regional Minas Gerais; Projeto Banho de Amor; Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais; Polícia Militar de Minas Gerais e Guarda Municipal de Belo Horizonte.

Mídia
MG TV



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >